Como indexar no Google de forma eficaz novas páginas de uma loja online

Uma das maiores dificuldades na gestão de uma loja online é a de obtenção de novas visitas.
 Sabendo que o principal ponto de entrada é o motor de pesquisa Google,  colocar novas páginas a surgirem nos resultados de pesquisas não é tarefa fácil. 
Ler sobre SEO ou apenas resolver alguns problemas técnicos do website não é suficiente para que se obtenha resultados imediatos, na verdade são necessárias várias semanas ou meses para que se comece a ver resultados. 

Para que as novas páginas sejam listadas pode ser necessário fazer algumas ações, das quais destacamos algumas dicas:

 

  1. Destacar as novas páginas
    A maioria das plataformas ecommerce utiliza por defeito um filtro de ordenação de produtos por popularidade, nas páginas de categorias ou mesmo na homepage.
    Esta opção faz com que os novos produtos inseridos fiquem sempre no fim destas listagens, ou seja com menos visibilidade.
    Aplique uma categoria em destaque para os novos produtos, na homepage ou noutras páginas de bastante tráfego. Assim, trará mais visitas o que por sua vez aumentará a probabilidade de ser indexada com mais rapidez nos motores de busca.

    A criação de um carrossel de novos produtos em destaque na homepage é também uma boa forma para aumentar a visibilidade e visitas a estas novas páginas.
    Esta técnica permite aos motores de pesquisa encontrar os itens mais rapidamente, numa página que, por defeito,  é tradicionalmente a mais visitada de toda a loja online. 
     
  2. Estruturação de URL
    A utilização de um URL bem estruturado e devidamente categorizado, de acordo com o respetivo produto, aumenta a eficiência para ser encontrado.
    Algumas das regras chave poderão passar por:

    - Impedir que sejam rastreados parâmetros desnecessários
    - Utilizar links internos canónicos para aumentar a autoridade do link
    - De forma a medir o impacto que os links internos e externos têm na loja online, uma das ferramentas gratuitas mais utilizadas será o Google Search Console.
    Utilize-o para medir o impacto do rastreamento dos motores de busca no seu site e com esse relatório de cobertura verifique facilmente que links é que não estão ainda a ser rastreados pelo Google.
     
  3. Velocidade do website
    Um dos pontos mais importantes a nível técnico, e os motores de busca utilizam esta informação regularmente, é o da velocidade do website.
    Efetue alguns testes de velocidade utilizando a ferramenta PageSpeed Insights do Google e valide o relatório que é gerado. 
    Esta ferramenta vai identificar os principais problemas visíveis que prejudicam a velocidade de acesso ao website.

 

Além destas dicas, e após verificar algumas métricas importantes para SEO, a criação de conteúdo regular com links internos para os novos produtos ajuda também a criar mais tráfego para o website. Estes são bastante importantes porque ajudam o Google a compreender e a classificar melhor as páginas disponíveis. Ao serem criados links para o Google seguir, com uma boa descrição através de um texto de âncora relacionado, indicamos ao Google que páginas são importantes bem como sobre que assunto as mesmas se referem.

 

outros artigos.

jun 2021

Vantagens de consultoria em Web Analytics

jul 2021

Como começar uma loja online

nov 2021

Como adicionar o seu negócio no Google My Business?