A comunicação é um fator decisivo para a imagem que as empresas têm ou querem alcançar no mercado. A forma como as empresas expõem os seus produtos ou serviços, com o objetivo de conquistar novos clientes, designa-se de estratégia de comunicação.

comunicacaoÉ essencial ter uma estratégia de comunicação eficaz e adequada à realidade de cada empresa, pois são os conjuntos de decisões integradas que permitem à empresa atingir os objetivos esperados, bem como os meios a implementar para os concretizar e conquistar o sucesso.

Saiba quais os passos a tomar para criar uma estratégia de comunicação de sucesso:

1. Elabore um diagnóstico:

Analise detalhadamente todas as variáveis internas e externas associadas à comunicação da sua empresa ou marca, nomeadamente:

a) Estrutura e caracterização da empresa: história, missão, valores, parceiros estratégicos, visão geral do negócio, processos internos e planos futuros;
b) Mercado: dimensão atual e potencial, estrutura de segmentação e perspetivas futuras;
c) Clientes: quem são, qual o seu perfil, os seus hábitos e motivações de comportamentos;
d) Concorrência: quem são, qual o seu posicionamento e ações de comunicação;
e) Produtos: caracterização, qual o papel nos resultados da empresa, as vantagens comparativas em termos de oferta de valor, as inovações e as políticas de preços fase à concorrência;
f) Distribuição: canais de distribuição e a sua importância para a faturação e nível de eficácia;
g) Vendas: analise os objetivos, as previsões, os recursos humanos e financeiros e mecanismos de avaliação;
h) Publicidade e Relações Públicas: historial das campanhas, os resultados esperados, nível de eficácia e os resultados obtidos.

2. Defina os alvos:

É uma das etapas mais importantes na criação da estratégia de comunicação. Deve considerar os potenciais clientes (os que compram o produto ou serviço), os iniciadores (as pessoas que podem iniciar o processo de decisão de compra, mesmo que não tomem a decisão final) e os influenciadores (os lideres de opinião que têm influência direta sobre o processo de decisão de compra). É igualmente importante definir o segmento e dimensão dos alvos e as metas atingir, tendo em conta com fatores demográficos, sociais, económicos, comportamento de consumo e estilos de vida e atitude perante o produto ou serviço.

3. Defina e estabeleça os objetivos:

Os objetivos de comunicação devem ser coerentes com a estratégia geral da empresa. Algumas das categorias de objetivos de comunicação mais frequentes são: o volume e rentabilidade ou quota de mercado, aumentar a notoriedade e reconhecimento da marca, conquistar e fidelizar clientes, escoar produtos em stock, demonstrar as vantagens face à concorrência e aumentar a satisfação.

4. Defina as ferramentas/ o mix da comunicação:

Esta definição passa pela escolha das ferramentas adequadas ao investimento e implementação eficaz da estratégia definida, nomeadamente:

a) Publicidade ou Assessoria de Comunicação: eficazmente para objetivos como a notoriedade, estímulo à compra ou informação. Os principais suportes são a televisão, a imprensa, os meios online, a rádio e os outdoors.
b) Marketing direto: indicado para dar a conhecer informações sobre novos produtos ou estimular a ação do cliente com a vantagem do custo ser mais baixo.
c) Patrocínio: adequado à comunicação da empresa em efeitos de médio prazo.
d) Merchandising: variável que estimula à compra ou à experimentação.
e) Promoção: estimula à compra ou escoamento de stock.
f) Relações Públicas: variável usada para grupos de influência ou para consumidores finais criando efeitos a longo prazo na imagem da empresa.
g) Força de vendas: responde a objetivos de fidelização, demonstração credibilização sobre a marca.

5. Determine o orçamento:

Para orçamentar corretamente uma estratégia de comunicação é importante ter em conta, não só os custos de produção e administrativos como também os custos com os suportes (inserção de anúncios na imprensa, televisão, meios online, entre outros).

6. Elabore uma estratégia criativa e um plano de media:

Esta etapa é geralmente realizada em parceria com uma agência de comunicação ou publicidade. Nesta parceria são definidos os eixos de comunicação: qual a mensagem a divulgar e meios a utilizar.

 7. Implemente, avalie e controle:

Nesta última fase implementa-se as ações definidas no plano, sendo essencial uma avaliação e controlo da performance e eficácia da estratégia de comunicação, que deve ser ajustada sempre que necessário.

Uma boa estratégia de comunicação permite transformar os objetivos em ações de comunicação, concretas e eficazes, e levar à conquista do sucesso.